Liberdade.

Todos os textos publicados nesse blog são livres para serem copiados e reproduzidos.
Porque não existe outra pretensão em nossos escritos, que não seja expressar o nosso pensamento, nossa forma de ver e sentir o mundo, o Homem e a Vida.
Se você acreditar seja necessário e ético, favor indicar a origem e o Autor. Ficamos lhe devendo essa!
Um grande abraço.
Eduardo G. Souza e Lígia G. Souza.

segunda-feira, 24 de abril de 2017

POR QUE EU SOU DEÍSTA.

Eu acredito que há uma inteligência universal que não podemos entender. Essa inteligência criadora é encontrada em toda parte e em toda a natureza. A concepção de uma criança, a germinação de uma semente para uma árvore, o vento, as marés e as estrelas no céu são evidências de uma inteligência inconcebível e incompreensível ao homem. Este é o meu Deus. Não um deus etnocentrista que escolheu uma turminha de pessoas e os guiou a uma terra prometida, que foi violentada pela guerra, como foi registrada pela história mundial. Não um deus simplório que permitiu uma cobra, em um jardim, corromper a mulher para tentar o homem, e como resultado foram expulsos do jardim. Não um deus inseguro que destruiu o planeta com uma inundação porque perdeu o controle do povo. Eu acredito que a inteligência que originou as criações do passado e as que ainda ocorrem, é evidenciada pela existência de uma divindade, um poder, e eu gosto de chamar de Eterno. Outros não acreditam neste deus, mas acreditam no deus que é descrito na Bíblia, na Torá, no Alcorão ou outro livro sagrado. Acredito que o verbo e a mensagem de Deus se encontram na natureza e que se encontra também em nosso Ser Interior através da inteligência, da razão e na moralidade.

Durante alguns anos pensei que minha fé era fraca e que eu não era um bom cristão, precisava orar e ler minha bíblia. Na verdade a Oração ajudou, mas a Bíblia não. A Bíblia acabou por lançar mais dúvidas, porque quando mais eu lia a Bíblia, mais contradições e coisas erradas, na minha concepção, eu encontrei. Havia muitas coisas que desafiavam a razão, e o pior, havia muitas coisas na bíblia que retratam Deus como etnocêntrico, ambíguo, emocional, duvidoso e fraco. Isso é mais humano do que uma divindade. Isso não é meu Deus. Também é confuso aceitar que Deus permitiria dividir seu poder com uma divindade poderosa e influente chamada Satanás e outros nomes. Eu sei que muitos cristãos são pessoas boas e honestas que acreditam e fazem boas ações em nome de Jesus. Eu, no entanto, divirjo deles, pois não acredito que precisamos fazer boas ações para alcançar "glória de Deus" e para ganhar a "salvação", devemos fazer o que é certo e bom para nos sentirmos bem conosco e felizes. As Pessoas não precisam viver sob a ameaça da ‘condenação eterna’ porque acreditam em coisas que desafiam totalmente a razão. A ameaça da condenação eterna e a promessa da vida eterna não são comprovadas e não têm fundamento epistemológico. Ninguém jamais morreu e voltou dos mortos, portanto não há evidências ou fatos que expliquem o que pode acontecer conosco quando nosso corpo perecer. Muitas pessoas acreditam, apenas porque são informadas por pseudos mensageiros da verdade, que se não seguirem os dogmas das igrejas e dos livros sagrados vão para o inferno. Isso não é fé, isto é extorsão espiritual.

Devo admitir que às vezes eu sinto que as pessoas acreditam que estou atacando os cristãos. Não é minha intenção, na verdade meus questionamentos não são sobre as pessoas, sobre os fiéis, eu divirjo com as religiões, não qualquer uma em particular, mas, questiono apenas essa visão de um deus quase humano, que e descrito como um Ser portador dos defeitos e idiossincrasias dos Seres Humanos.

Fico muito agastado quando vejo pessoas arrojando termos como "Jesus é a salvação", o Brasil é uma "nação cristã". Apenas me perturba que as pessoas ainda acreditem em mitologias, contos de fadas, lendas e fábulas, ficando realmente prisioneiras delas, e não se permitam raciocinar logicamente e com um senso de razão. Elas podem se livrar da ameaça de um inferno inexistente e simplesmente aproveitar sua vida, apreciar e consagrar a natureza, e serem amáveis, fraternas, justas e éticas com os outros.

Em deus eu acredito! Mas, também que Ele me concedeu o ‘livre arbítrio’ e a ‘razão’, eu sou um Ser Racional, e não preciso de ninguém para me dizer quem Deus, e o que devo fazer e me comportar para agradá-lo. O meu Deus, quando criou o universo e o homem, estabeleceu Leis que regem a Criação, essas Leis Naturais estão no comportamento de cada coisa criada, essas Leis são Universais e mantém a ordem universal. O homem como criatura, está inserido no universo e, portanto, submetido a essa Lei Universal, e como toda a criação, essa Lei está no próprio homem, em seu interior. O homem ignorante em princípio, foi ais poucos encontrando essas Leis, da barbárie passou ao período clássico com a filosofia, e ascendeu ao período empírico com a ciência, aos poucos foi desvendando as Leis Naturais Universais. Nesse caminho o homem foi se descobrindo e descobrindo as Leis que devem reger sua existência, assim com as Leis Universais estão em todas as coisas, essa Lei Natural Humana está dentro do próprio homem, cabendo a ele, racionalmente, encontra-la.

Agradeço ao meu Deus ter criado o Homem racional e inteligente, e como sendo Eu um Ser Racional, me dado condições de mergulhar no interior do meu Ser, e ao encontrá-lo poder adorá-lo e descobrir como posso pautar meu comportamento nesse caminhar que é a vida, para seguir as Leis Naturais Universais, e poder me tornar um Espírito Livre e um Ser de Bons Costumes.  

Quando eu quero encontrar meu Deus, não preciso buscar qualquer edifício material, eu simplesmente penso, não preciso nem recitar palavras, pois ele está em mim. Ele está dentro de mim!

Isso é porque penso que sou Deísta.


Eduardo G. Souza.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário