Liberdade.

Todos os textos publicados nesse blog são livres para serem copiados e reproduzidos.
Porque não existe outra pretensão em nossos escritos, que não seja expressar o nosso pensamento, nossa forma de ver e sentir o mundo, o Homem e a Vida.
Se você acreditar seja necessário e ético, favor indicar a origem e o Autor. Ficamos lhe devendo essa!
Um grande abraço.
Eduardo G. Souza e Lígia G. Souza.

quinta-feira, 3 de outubro de 2013

.
"El Guernica" - Pablo Picasso 
Pablo Diego José Francisco de Paula Juan Nepomuceno María de los Remedios Cipriano de la Santísima Trinidad Ruiz y Picasso, ou simplesmente Pablo Picasso. 

.
O Bombardeio da Cidade de Guernica.

Em 26 de abril 1937, a cidade basca de Guernica foi alvo de um bombardeio cruel por aviões alemães, que produziu inúmeras vítimas inocentes e danos materiais. O fato é parte da Guerra Civil Espanhola, que começou em 18 de julho de 1936, quando o exército rebelde de Franco, revolta-se contra o poder legítimo do Governo da República, eleito democraticamente. Enquanto Stalin da União Soviética ajudou a República, Franco teve abundante apoio humano e material da Itália de Mussolini e da Alemanha de Hitler.
A aviação alemã tomou a iniciativa de bombardear Guernica por conta própria, sem pedir qualquer permissão ou notificar Franco. As aeronaves Junkers da Luftwaffe alemã realizaram um grande bombardeio contra uma aldeia desprotegida. A justificativa da razão para o ataque foi a possível existência de depósitos de armas, quartéis ou tropas, objetivos estratégicos ou que a cidade era uma junção de caminhos. Mas, na verdade, Guernica não tinha qualquer importância militar ou estratégica. A verdadeira razão foi um vergonhoso teste de fogo para os novos aviões e armas, que seriam usados na iminente Segunda Guerra Mundial.
Para explicar o inexplicável, Franco, em um comunicado delirante, culpou os republicanos pelo ataque, procurando conseguir uma desculpa. Em sua fantasia ele acusou os republicanos de bombardearem a cidade para culpar os seus nacionalistas. Escusado dizer, que este argumento não foi considerado por ninguém.
O horror que causou este episódio foi muito alto na opinião pública internacional, não só pelo sacrifício absurdo de inocentes, mas acima de tudo, por ser a primeira vez na história em que os alemães atacaram, pelo ar, uma cidade. Logo, cidades inglesas, alemães, francesas e japonesas seriam varridas do mapa com este método de ataque.
Observando a tela da direita para a esquerda, você pode ver uma mulher desesperada, gritando de dor dentro de uma casa que desaba e é incendiada. Para a esquerda duas mulheres novamente, a de cima olha para fora de uma janela na direção de um lampião que está em sua mão, e representa a luz da verdade, que ilumina os estragos da barbárie. A da parte inferior rastejando para fora da casa em agonia. No centro da composição está um cavalo, que girou sobre si mesmo, mostrando um estímulo, com a boca aberta e sua língua para fora quer mostrar a sua dor no evento. Logo acima está o sol ofuscado, demonstrando como a fumaça do bombardeio havia escondido o rei sol e a única fonte de luz tinha que ser artificial da lâmpada ao alto. Um pouco à esquerda de retalhos de aves, suas asas para o alto, parecem gritar desesperadas para o céu como se pedisse inutilmente uma explicação para o que aconteceu. Sob os pés do cavalo encontra-se o guerreiro morto, sua mão ainda segurando uma espada quebrada. Na extrema esquerda, um touro contempla a cena surpreso e perplexo, e ao lado dele uma visão terrível, a dor da mãe, oprimindo nos seus braços o pequeno corpo de seu filho morto, enquanto olha para o céu partido pela dor e sofrimento.
Na imagem os personagens gritam, gesticulam e morrem sob as bombas, cegos sem saber as razões. A denúncia da violência aqui é atemporal e sempre será usada como um canto contra a injustiça da destruição e da morte presente em qualquer guerra. Picasso pintou as quatro mulheres em atitudes desesperadas que representam a população civil indefesa, mas também o soldado caído, sem defesa e animais vítimas da loucura humana.
Picasso renunciou as cores para acentuar o drama e usa apenas tons de cinza, branco e preto, é o que em arte é chamado grafite.
.

Eduardo G. Souza.
.

.

terça-feira, 1 de outubro de 2013

.
Homenagem a minha esposa.
.
.

.

Mona Lisa - Leonardo da Vinci
Leonardo di Ser Piero da Vinci, ou simplesmente Leonardo da Vinci.

O Sorriso da Mona Lisa

Durante séculos, cientistas, historiadores, psicólogos, escritores e pintores vêm apresentando suas teorias a respeito do que o sorriso de Mona Lisa pode significar. Freud o caracterizou como uma alusão ao complexo de Édipo em Da Vinci (ele seria apaixonado por sua mãe). Outros afirmam que é um sinal de inocência e/ou calma.
A questão é que o sorriso é visto de tantas maneiras diferentes, que se tornou um grande motivo para muitas pesquisas e análises. Houve cientistas que apontaram até sintomas psiquiátricos especiais no sorriso. Outros pesquisadores definiram o sorriso como a visão humana da espiritualidade.
Margaret Livingstone, uma professora de Harvard, e outros pesquisadores afirmam que a análise da pintura é mais eficaz quando observada perifericamente. Outros cientistas afirmam que a observação do sorriso é mais eficaz quando se olha frontalmente a imagem, para os seus olhos.
São muitas as dissertações e teses que já foram desenvolvidas a partir do sorriso enigmático da Mona Lisa. Em todo o mundo muitos dedicaram parte de suas vidas para entender a possível mensagem de Da Vinte oculta em sua bela tela.
Em 2005, um programa de reconhecimento emocional para computadores, foi usado para analisar a expressão facial da imagem da Mona Lisa, e atribuir valores "emocionais" para o sorriso, esse programa encontrou o índice de 83% de felicidade na figura.
Independentemente das intenções de Da Vinci, o sorriso da Mona Lisa é uma das questões mais marcantes em toda a arte. Somente o próprio Da Vinte deveria saber o seu significado, segredo que ele levou para o túmulo. 

Eduardo G. Souza.

quinta-feira, 26 de setembro de 2013




SANTOS COSME E DAMIÃO

27 de setembro
Patronos dos Farmacêuticos

As fontes históricas existentes não são totalmente concordantes entre elas, apesar de terem muitos aspectos em comum, mas apresentam três diferentes tradições:
- tradição "asiática", da cidade de Constantinopla, capital do Império Bizantino;
- tradição "romana" estabelecida na Síria;
- tradição "arábica" difundida no Ocidente, especificamente em Roma.
Todas as três tradições referem-se a "irmãos gêmeos, médicos e farmacêuticos".
Segundo a tradição hagiográfica, Cosme e Damião, na verdade chamavam-se Acta e Passio, eram irmãos gêmeos, nascidos na Arábia, estudaram a arte médica na Síria. E se tornaram conhecidos por suas habilidades nas ciências da medicina e da farmácia que praticaram na Cilícia, Ásia Menor.
Sendo cristãos, eles foram tocados pelo espírito da caridade e nunca cobraram ou aceitaram nenhum pagamento por seus serviços. Na Cilícia, onde viviam, eles eram conhecidos como os "sem dinheiro”, e desfrutavam da mais alta estima do povo. Cosme e Damião muitas vezes traziam a saúde de volta para os corpos e as almas daqueles que vinham até eles em busca de ajuda. Dessa forma, eles trouxeram muitos para a fé cristã.
Quando a perseguição de Diocleciano aos cristãos começou, Cosme e Damião foram presos por volta do ano 283, por ordem do prefeito da Cilícia no mar Egeu, chamado Lysias, e sob tortura tentaram forçá-los a negar a fé cristã. No entanto, segundo a história, eles permaneceram fiéis à sua fé, então foram torturados e finalmente foram executados por decapitação, provavelmente no dia 27 de setembro do ano 287.
Outra narrativa atesta que foram mortos em Cyrus, uma cidade perto de Antioquia, na Síria, onde os mártires estariam enterrados. A igreja erguida no local de sua sepultura foi ampliada pelo imperador Justiniano.
A santidade deles é atribuída por exercerem a medicina sem cobrar ou aceitarem recompensas e por terem morrido sacrificados pela fé no Cristo. A devoção aos dois santos se espalhou rapidamente, tanto no Oriente e no Ocidente. Uma grande basílica foi erguida em sua homenagem em Constantinopla. Seus nomes foram colocados no cânon da missa provavelmente no século VI.
Sua festa é celebrada no dia 27 de setembro pelo povo em geral, pelos católicos tradicionalistas, devotos mais antigos, e pelas religiões afro-brasileiras; A Igreja Católica, com a reforma litúrgica no Calendário Romano, a partir de 1969 passou a comemorá-los no dia 26 de setembro; Na Igreja Ortodoxa eles são celebrados nos dias 01 de julho (Santos Cosme e Damião de Roma), 17 outubro (Santos Cosme e Damião da Cilícia) e 01 de novembro (Santos Cosme e Damião da Ásia Menor).
São Cosme e Damião também são considerados protetores dos gêmeos e das crianças. Por isso, as pessoas criaram o costume de distribuir os doces para homenagear os santos e/ou cumprir promessas feitas a eles. No nordeste os devotos e simpatizantes têm o costume de fazer caruru (uma comida típica da tradição afro-brasileira), chamado também de “Caruru dos Santos” e “Caruru dos sete meninos” que representam os sete irmãos (Cosme, Damião, Dou, Alabá, Crispim, Crispiniano e Talabi), e dar para as crianças.
Consta que eles são os santos padroeiros dos farmacêuticos.


Eduardo G. Souza

segunda-feira, 29 de julho de 2013

A VISITA DO PAPA.

Rio, domingo, 28 jul 2013.

O papa chegou, ficou e foi embora... Agora vamos fazer uma análise sincera, fria e real do que mudou na vida do povo carioca.

Amanhã pela manhã as pessoas vão pegar os mesmos ônibus, trens, barcas e metros superlotados e enfrentar horas para chegarem em seus locais de trabalho, vão encarar os mesmos engarrafamentos, levando suas marmitas ou vão comer no mesmo pé sujo, arriscando-se a pegar uma infecção intestinal. Vão trabalhar de 8 a 10 horas para no final do mês receber um salário miserável que não é nem meio décimo do que ganham os políticos e governantes nacionais, ou dos grandes empresários que vivem nas tetas do governo ou do BNDES.

Se sofrerem um acidente ou adoecerem vão morrer em uma maca ou no chão de um hospital público, sem atendimento, sem remédios, sem tratamento, por que tudo foi roubado ou desviado, e as verbas que deveriam ser usadas na saúde foram roubadas ou desviadas.

Se morarem numa favela, desculpem – comunidade, vão sofrer as mesmas agressões de sempre, e ver suas filhas serem estupradas ou compradas num baile funk pelos traficantes do pedaço, e seus filhos continuarem a ser aviões, fogueteiros ou soldados do tráfico, e morrerem cedo pelas balas da polícia ou dos próprios marginais. Se não morar nas comunidades, vão andar desconfiados e assustados, preocupados em não serem assaltados, esculachados ou mortos por assaltantes ou por uma bala perdida, se alguém fechar o seu carro ou pisar no seu pé, ainda vão pedir desculpas por que senão podem ser agredidos ou mortos, sem que apareça um policial. Vão para casa cedo e não sair à noite, só se for muito indispensável, pois andar a noite nas ruas do rio é colocar a sua integridade física em sério risco.

Aqueles que vão para as escolas públicas na próxima semana, vão encontrar professores desanimados e sem incentivo, escolas deterioradas, drogas rolando adoidado e alunos sempre prontos a aprontar e meter a porrada em quem se meter a besta, não vai estudar, pois não serão reprovados e se o professor fizer pressão ou der uma nota baixa, vão ameaçar ou agredir o professor.

Dona Dilma vai continuar com sua arrogância e ignorância, com seus 39 ministérios, defendendo os mensaleiros que continuaram livres e soltos, os impostos serão os mesmos absurdos, se ela ou o congresso não criar mais algum durante a semana. As autoridades continuarão passeando em aviões e helicópteros da FAB ou governamentais, vão continuar a andar em carrões e mais carrões, que continuarão servindo também aos seus familiares, continuarão recebendo e embolsando jetons, diárias e comissões, e gastando tanta gasolina que seus veículos poderiam dar várias voltas ao planeta. As licitações e tomadas de preço continuarão a ser viciadas e favorecendo sempre a quem der a maior comissão. As caixinhas continuarão a funcionar e quem precisar de qualquer coisa de um órgão público, se não der a caixinha, famosa taxa de urgência, não vai conseguir nada. Quem cometer crime ou contravenção será sua prisão ou pena, condicionada ao quanto poderá pagar.

Os ricos ficarão mais ricos, sem qualquer constrangimento, a custa dos pobres e das maracutaias. E os pobres enganados com as bolsas do governo e pensando que se transformaram em classe média.

Portanto, eu não quero de forma alguma acreditar, mas infelizmente a religião continua sendo o ópio do povo.

O papa é alegre, sorridente, vive rindo, de que não sei, com tanta miséria no mundo. Enquanto ele sorri, da risada, beija crianças, aliais os políticos fazem isso bem melhor que ele, abraça alguns, faz graça, no Nordeste e na África pessoas estão morrendo de fome ou abandonadas, e o que ele falou aos políticos claramente sobre o que eles têm feito contra o povo? Ou ele não sabe? Se não sabe é alienado! O que acredito não seja, pois seus assessores devem lhe informar o que está acontecendo no mundo. Por que ele não teve a coragem do Cristo, que segundo alguns acreditam ele representa, de falar abertamente que quem rouba o povo, desvia as verbas públicas, frauda as concorrências públicas, rouba o erário, está errado e deve ser julgado, condenado e punido, além de ir para o inferno. Não venham com a desculpa que ele é um chefe de estado, pois isso não é desculpa é culpa, pois a mistura de chefe de estado com líder religioso é perniciosa, como chefe de estado ele não pode criticar os ladrões que roubam o povo, pois os maiores ladrões são políticos ou ocupam cargos públicos, se fosse um líder religioso, ele poderia criticar abertamente, falar a verdade que está no evangelho, e não seria obrigado a sorrir e receber o beijo de judas, de uma ex-guerrilheira, de uma ateia – pois ela é comunista, e comunista não tem religião – que vive puxando o saco de um velho líder comunista que perseguiu as igrejas em Cuba, só aceitando aquelas que não atacavam sua ditadura. Como líder religioso ele não seria obrigado a apertar as mãos de canalhas comprovadamente bandidos, que até foram expurgados da vida pública, mas como o povo não tem memória os trouxeram de volta.

Então, claramente e sem qualquer conotação de crítica, apenas concluindo uma realidade, em nada a vinda do papa vai mudar a vida do povo. Foram apenas alguns dias de estase para alguns, e de alivio para os políticos que estavam com o povo em suas portas cobrando uma vida melhor, cobrando seus direitos de cidadãos, cobrando um Brasil melhor, cobrando honestidade e zelo no trato da coisa pública, cobrando o fim das maracutaias, das benesses e das mordomias, cobrando saúde, educação, segurança pública, redução dos impostos escorchantes e do número absurdo de políticos e órgão públicos.

Fico triste, pois as religiões dizem que querem preparar o homem para uma vida futura, no entanto se envolveram com os problemas materiais, criaram megaestruturas religiosas que acabaram até virando Estados, criando bancos que fazem maracutaias, guardas suíças, se envolveram na política e esqueceram as mensagens dos Avatares, dos Grandes Lideres Espirituais, e se imiscuíram com a política suja e são obrigados fazer vistas grossas e fingir que não sabem de nada! Como um certo molusco!

Infelizmente vou dormir com a sensação de que o mundo continua e vai continuar o mesmo, e nada vai mudar o país, a não ser que o próprio povo tome vergonha na cara e aprenda a votar, afastando do governo todos esses políticos mau caráter que estão destruindo nosso país.

Desculpem se alguém se achar ofendido, não é essa minha intenção, apenas quis mostrar a minha opinião e o meu modo de ver a nossa realidade, e analisar fria e claramente o que mudou para o povo essa visita do papa, que até acho simpático e bem intencionado. Mas acredito que ele também não vai ser capaz de mudar em nada a nossa realidade, pois a única coisa concreta dessa visita foi um alívio temporário, espero, a esses maus políticos e governantes que assolam o país, realidade muito negativa que só serviu para anestesiar, espero que temporariamente, o povo que estava revoltado com tudo de ruim que estava acontecendo no Brasil e a mudança da programação da rede globo - que entulhou das seis da manhã a depois da meia noite – e de outros canais com o acompanhamento do papa e tudo que servia para desviar a atenção dos problemas do nosso país.

Eduardo G. Souza.